Currículo bem postado

carreira, RH

Em primeiro lugar mesmo que já esteja empregado e com boa empregabilidade possui um currículo organizado, atualizado e bem postado?

Não por medo do mercado, mas é importante para autoestima e para o registro histórico de tudo que passa pela tua trajetória profissional. Quem sabe quantos negócios e boas oportunidades passam por tua exposição ao mercado não estar adequada?

É neste sentido que mantenho atualizado minhas redes sociais e meu currículo. Assim, ao longo do tempo consigo dar a ele maturidade e corpo suficiente para tentar captar boas oportunidades. O meu LinkedIn é atualizado e sempre o acesso com frequência. Se eu precisar enviar hoje um currículo, o tenho pronto para envio. Além do blog que tento mantê-lo com uma atualização frequente. Bem verdade que poderia escrever mais, mas, tentarei ao longo do ano melhorar isto.

Quando uma oportunidade bate a minha porta, não a fecho dizendo que já tenho trabalho. Procuro ouvir a proposta, e sem interessante, faço meu preço para aderir. Sim, faço meu preço. Todos temos um preço (no bom sentido). Assim, se vale a pena a tua captação para esta boa oportunidade, o teu preço é chave de entrada. Caro ou barato o mercado se encarrega de quantificar.

Acredito que com a exposição adequada e qualificação correta o teu preço pode ser quantificado pelas experiências e vivências anteriores. Se ela demonstra evolução (mesmo que rápida) – ponto positivo. Se representou evolução para liderança ou cargos de gerência – ponto positivo. Se o grau de complexidade do negócio/mercado da nova empresa aumentou – ponto positivo. A evolução salarial condiz com a evolução do cargo e do trabalho – ponto positivo. Se o desafio de estar em uma empresa menor for maior do que uma empresa maior – ponto positivo. Aqui, o sentido é de que se andarmos para trás (assumir um cargo inferior em uma empresa inferior/menor) o passado atrás dado servirá para o progresso posterior.

Portanto, mantenha-se atualizado, qualificado e bem exposto. As oportunidades procuram as pessoas preparadas.

LinkedIn na prática

Administração, Pessoal, RH

Em primeiro lugar sempre disse que contatos são tudo e relacionamento são o sucesso. E com isso, é importante sempre manter um bom relacionamento com todas as pessoas que estão a sua volta.

Muitas vezes, a falta de atenção com faxineiras, atendentes da copa, traduz muito sobre as pessoas que ignoram estas funções essenciais. Até mesmo o engraxate que fica na porta do trabalho: ele conhece todo mundo, e muitas vezes ninguém o vê. E pode ser um comentário despretensioso de alguém que tu não espera que pode te abrir portas.

Essa áurea de bons comentários, de boas imagens e boas impressões tu deves construir dia após dia. Com cada pessoa que tu te relaciona.

Investir em ferramentas de relacionamento é sempre muito importante. A tecnologia deve estar ao nosso lado. Mas, o essencial não deve ser negligenciado. Achar que não fará diferença coisas simples é um grande erro. Não caia nesta armadilha.

Bom dia, tchau, até amanhã, bom descanso, com licença, por favor, OBRIGADO, olhar nos olhos, apertar a mão, ainda existem! E é aí que começa a criar sua áurea positiva.

Certa vez, em Santa Maria, no final da faculdade, passei pela triagem de currículos e fui chamado para uma entrevista de emprego (aquele que seria meu primeiro emprego com carteira assinada). Era uma empresa de logística. Marcado para as 9 horas, fui convidado para uma entrevista. O local era perto da minha casa e fui a pé, cheguei 10 minutos antes do marcado.

As 9:30 h aproximadamente, chegou 3 pessoas no local da entrevista e entraram em outra sala. A psicóloga e seus assistentes passaram por todos sem dar bom dia. Após alguns minutos, um assistente informa que iriam começar com as dinâmicas do cargo do financeiro e após o cargo do RH.

Após ouvir isso, selecionei a empresa (que não tinha nem site na época). Levantei e fui embora. Os eventos que ocorreram na minha depois acredito que foram melhores.

Portanto, te esperta! Seja simples, sem frescuras, humilde. Seja alegre, cordial e comunicativo. Com certeza, alguém estará te vendo.

saber, saber fazer, relacionar-se

Carreira – faça o seu destino

carreira, Empreendedorismo, RH

Em primeiro lugar articular para ter sua carreira é possível.

Alguns pensam que sucesso na carreira depende apenas de QI. De fato, sim QI: Inteligência do saber, do saber fazer e do saber se relacionar. Pouco adianta ter uma inteligência elevadíssima, saber fazer e não se relacionar bem com as pessoas (superiores, clientes, colegas, subordinados e qualquer pessoa que passe pela tua frente). E é ai que as pessoas confundem QI. Bem como, de nada adianta quem sabe se relacionar mas é burro e só faz retrabalho. Esses puxa-sacos, podem subir, ir longe, mas qualquer um verá que é um saco vazio.

Independentemente de onde esteja, articule para crescer. Certa vez, conheci a história de um vendedor das Casas Bahia (ainda quando ela existia no Rio Grande do Sul) e que foi garimpado e foi vender carros. Subiu, e se tornou vendedor de carros premium da marca a qual trabalhava. E mais, era um dos melhores vendedores da marca no RS. QI? Acho que não. Casualmente conheceu um gerente da empresa. O gerente gostou do trato do vendedor das Casas Bahia- mesmo não comprando na loja e sem saber quem era o interlocutor. Após, o gerente avisou que havia vaga para vendedor de carro. E o tal vendedor lá foi para o processo seletivo. E o resto vocês já imaginam. 

Portanto, mentalize os três pilares para seguir e as coisas naturalmente vão fluindo: saber, saber fazer, relacionar-se. E jamais tente ser o que não é. Do contrário, a queda é dura.

saber, saber fazer, relacionar-se
Resumo dos pilares da carreira

Articule com as pessoas

Geral, Pessoal, RH

Em primeiro lugar contatos são tudo, relacionamentos são o sucesso!

De nada vale um excelente fazer de tarefas e de resultados sem ter bons relacionamentos com as pessoas a sua volta. E de nada vale uma pessoa que se dá bem com todo mundo mas não paga seu salário.

Por isso, ao realizar um trabalho, procure articular com o máximo número de pessoas, procure se envolver com as pessoas do seu trabalho. Faça acontecer! Faça com que seu trabalho seja efetivo e que possa levar a resultados sadios a organização, e que seus clientes sintam-se satisfeitos.

Trazendo e envolvendo pessoas ao seu trabalho positivo, com certeza sua visibilidade seja elevada. Mas lembre-se, não seja vazio. É fácil perceber quem apenas tem um bom discurso e pouca atitude.

Pense nisso! E articule, seu sucesso e ascensão profissional irão depender disso com certeza.

Cliente satisfeito

Administração

Em primeiro lugar as empresas fazem o que a literatura manda: o cliente em primeiro lugar; satisfação total aos clientes; a vontade do cliente em primeiro lugar… e etc. Muitas empresas pensam isto como máximas, mas muitas vezes não aplicam na prática estes conceitos. Concordo que há regras nas empresas que não são possíveis de serem quebradas e políticas que não podem serem desrespeitadas. Porém, a flexibilização nas vendas é essencial para conquistar um cliente, e satisfazer um cliente antes ou depois de uma venda.

Como se dá então a satisfação? Fugindo da teoria, acredito ser em falar a lingua do cliente e nos colocarmos no lugar de quem usa ou compra os produtos ou serviços de uma empresa. Vamos a dois casos práticos.

Tu compra um cortador de unha e observa apenas depois de comprado que o produto tem defeitos. Tu entra em contato com o fabricante e eles então prontamente te enviam outro produto novo e sem defeito. Cliente satisfeito.

Tu compra em uma loja de roupa várias peças e resolver pagar no crediário. No mês seguinte tu vai na empresa novamente para pagar o carne e realiza novas compras. Até ai tudo bem. Passa-se algum tempo, tu vai na loja compra mais e paga uma mensalidade e neste ato uma caixa diz que o sistema está fora do ar e ela registra o último pagamento de um carne apenas colocando um “Ok” no carne. Mês seguinte tu volta na loja para uma nova compra e é informado que há uma mensalidade em aberto. Se tu já colocou o carne fora dificulta a comprovação do pagamento, porém, se quando tu pagou esta parcela e realizou uma nova compra e se identifica esta compra como sendo tua – há vários indícios que a caixa te passou a perna ou o sistema falhou. A loja sem hesitar faz tu pagar de novo a conta. Cliente insatisfeito.

O bom senso deve ser o mantra em uma relação empresa-cliente, e em uma relação com os clientes a empresa deve pensar como o cliente vai se sentir com as atitudes delas. Como prometer algo e não cumprir, não retornar uma ligação, não retornar um e-mail, vender um produto com problema e não trocar alegando que o cliente não soube usar o produto, e etc. A enrolação que algumas empresas seja a ser exemplo de como não fazer. O funcionário da empresa que está na linha de frente da empresa deve tratar o cliente como ele gostaria de ser tratado em uma venda ideial. E a empresa deve entender isso para que suas políticas sejam orientadas para práticas de boas maneiras na relação com os clientes. Detalhe, não estou dizendo aqui que as empresas devem se prostituir perante um cliente.