Dividir para conquistar

Geral, Política, Sociedade

Em primeiro lugar esta é uma estratégia antiga da arte da guerra. E atualmente a nossa sociedade encontra-se numa situação em que há uma parcela importante e barulhenta da sociedade que prega que menos favorecidos precisam de protetores. Muitas vezes, não há divisão. Mas, cria-se um conceito de divisão para poder surgir protetores. A questão, é que esta vassalagem, custa caro possuir estes protetores. Aos primeiros olhares, parece loucura pensar nisto, porém, ao analisar bem, esta estratégia está cada vez mais evidente.

Liberdade, Igualdade e Fraternidade não se constrói dividindo. Claro que a liberdade dá o direito á desigualdade, porém, isto dá oportunidade de ascensão e mobilidade social. Antes de tudo, precisamos oportunizar. Criar um sistema que favoreça a liberdade, o respeito e a possibilidade de mobilidade. As falsas ajudar muitas vezes não querem que a minoria ascenda, mas sim, que aceite sua situação e lute por mudar sem sair do lugar.

Na vida empresarial, em partes, é assim que funciona. Os melhores ascendem em condições de liberdade e de oportunidades. As empresas que não agem assim, estão fadadas a serem chefiadas por incompetentes. Incompetentes tendem a liquidar companhias.

Pessoas incompetentes têm liquidado nossa sociedade. Dividindo-a. Aumentando impostos que afetam os mais pobres e pequenos empreendedores. E neste momento a geração que não trabalha e não estuda está chegando a uma idade que trabalhar e pegar no pesado será uma tarefa difícil. Sem honra, sem glória, sem suor. O caos está só começando. Precisamos de pessoas dispostas a arriscar, a superar limites, a trabalhar!

No entanto, quando mais vitimizados somos, mais esperançosos de que alguém vai nos dar algo aumenta. Se não se ganha nada, gera-se decepção e a frustação, e estas são os piores combustíveis para uma revolta. Portanto, acredito que para superar discriminações, precisamos ter coragem para reduzir os crimes que possam advir com penas claras e aplicáveis. E ter coragem para não discriminar nada.

Promessa de emprego

Política, Sociedade

Em primeiro lugar sempre fui um pouco descrente com promessas. Cipá meus amigos cumprem suas promessas.

Ouvi nos primeiros debates presidenciáveis promessas afirmativas como: “vou tirar você do SPC”, “vou gerar 6 milhões/10 milhões de empregos”, “isso no meu governo será prioridade (sim, tudo o que falam saúde, educação, segurança, infraestrutura, investimentos, empregos, reformas, etc, sim, TUDO é prioridade, porém, alguma coisa tem que ser prioridade!)” e prometem esforço total a tudo.

Quem dera se o governo pudesse fazer isso de uma hora para a outra. Quem dera ao eleitor acreditar nisso também. Porque se não, tava tudo mundo com os boi pego. Vamos eleger o cara que vai fazer tudo, limpar meu nome, por ordem pela bala, me manter vivo com saúde e ainda me dar emprego: perfeito!

Não caia na lábia das coisas fáceis.

Já parou para pensar como seria uma vida extremamente controlada? Quantos não gostavam do controle dos pais? Em excesso e pela falta faz mal. Mas a liberdade nunca se poderia tirar, isso, faz mal.

Escrevo no meu blog coisas relacionadas a trabalho, política, livros e alguma coisa de sociedade. Penso, que o modelo que a Coréia do Sul de progresso possa ser seguido no Brasil. Afinal, os sulistas eram mais pobres que os brasileiros no século passado. E olha no que viraram hoje. Até cirurgia para retirada do olho puxado os cara tão fazendo.

O Estado lá foi forte e impulsionador, não matando a iniciativa privada, mas sendo o maior investidor (com ou sem parcerias) nas coisas mais essenciais do país. Quando a roda começou a girar e os empresários apostaram no país, aos poucos o governo começou a reduzir o papel do Estado (isso em uma explicação rápida aqui do processo lá). Então, com muito suor, eles deram a volta por cima. Não com promessas.

Portanto meus amigos, não acredite em tudo o que falam. Pesquise e pense. E lembre-se, se tu não conseguem emprego, se tu corre atrás de tudo e está difícil, não julgue facilmente esta questão.

Juros altos ainda (para giro e investimento), altos impostos, infraestrutura cara, custo Brasil tendo que ser contabilizado, fuga de capital e de mentes, tudo isso está fazendo o país parar – somado aos desgovernos ainda. Portanto, não caia na conversa fiada. Confesso, que aquelas que menos prometem, caem mais no meu gosto.

Simbolo da bandeira da Coréia do Sul. Equilíbrio acima de tudo

Significado dos simbolos da bandeira da Coréia do Sul. Equilíbrio acima de tudo