Porta giratória não gira de graça.

Administração, Sociedade

Em primeiro lugar pelo senso comum pode-se dizer que falta finanças pessoais no brasileiro.

Pela primeira vez não quis impactar na chamada, em outras palavras muitas pessoas não entendem como funciona uma vida bancária. As pessoas não sabem o que é um limite!

Muitos já ouviram: “Deixei 200 reais no banco e quando fui lá devia 1000 reais! O banco pegou meu dinheiro”. Chega a ser engraçado ouvir, mas a “mea culpa” é que também falta hábito de ensinar. Porém, ensinar alguém de cabeça feita é árduo. E nem é questão de vender ou de explicar, é ensinar mesmo. O problema vem de anos e o problema é apenas o reflexo de nossa sociedade.

No início dos anos 2000 eu ouvia muito sobre bancarizar as pessoas, e até participei de umas discussões sobre a necessidade de tal feito. Porém, a que custo? Com uma concorrência acirrada, quem vai bancar a máquina bancária com apenas um número de conta? Difícil equação.

Bancos virtuais e digitais, estão percebendo que não há como viver apenas dos juros do giro do dinheiro, haja vista que as pessoas demandam de atenção e de necessidades que sem pagar por isso, no amor apenas do banco, não mantem site em pé.

Em época de reduzir custos, a concorrência se empenha mais em manter bons resultados para si e seus clientes, e do contrário, a porta não vai girar.

Isso tudo é só o sinal da sociedade que se criou onde tudo deve ser feito de graça. Até quando vamos ficar nessa sociedade gratuita? Arrisco a dizer que o brasileiro paga juros errado pelo seu modo de consumo, e reclama. Mas paga impostos equivocados e cala-se diante da inoperância do governo.

Almoço grátis não existe.

 

E a sua opnião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s