RH: o antisucesso das empresas clássicas

Administração, RH

Em primeiro lugar o RH, como departamento, nas empresas tayloristas, dificilmente ganhará espaço ou credibilidade. Por quê?

Porque o RH é muito metido. Sim, metido. A literatura pinta um cenário extremamente lindo, e estimula os gestores de Recursos de Humanos a buscarem seu espaço dentro da organização. De certo modo, isso é o que deveria acontecer. Mas nas empresas clássicas ultrapassadas isso dificilmente irá ocorrer. Só se houver um choque na gestão. Como dificilmente em empresas clássicas haverá um choque de gestão, percebo, que a alternativa viável para a sustentação dos gestores de Recursos Humanos é atuar de modo clássico.

No curto prazo, atuando de modo clássico, o gestor de RH pode desempenhar apenas as funções básicas e clássicas. Do contrário, o RH pode servir como fonte de culpas para os problemas da empresa. É o RH que toma tempo com seus treinamentos, emperra os serviços as avaliações de desempenho, inventa coisas sem resultados para a empresa. E por ai vai. Os argumentos são tão contra o RH que o próprio RH passa a acreditar que ele é o problema. Andando conforme a marcha, o RH deverá se mostrar eficiente e eficaz. Com erro zero, os gestores aos poucos ganham credibilidade.

Quando a empresa deixar de ser clássica para uma empresa do século XXI, o RH vai estar pronto para colocar em prática tudo o que há de belo na teoria.

E a sua opnião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s