Não é pra gringo ver

Geral, Política

Em primeiro lugar, é visível que os argentinos são mais politizados e envolvidos com a política do que os brasileiros. Porém, não me refiro apenas a política partidária, me refiro a política no seu significado amplo.
No Brasil os produtores rurais entraram no segundo milêniocom muitos problemas. A competitividade e a produtividade é corrida pelos altos impostos pagos e pela falta de uma política interna e externa que atenda aspeculiaridades do setor primário, e mesmo assim, atenta as peculiaridades decada cultura e produto.

Com raízes no campo, recordo que ainda em 2005 participei domaior “tratoraso” em Restinga Seca/RS e juntos com vizinhos e produtores levamos reivindicações e pedidos de melhoras. Além de milhares de protestos em todo o Rio Grande do Sul e Brasil, e depois culminou com um grande protesto em Brasília. Porém, nada foi feito para solucionar os problemas que existem até hoje. Depois de um grande esforço para unir as diferentes entidades rurais do Brasil para esta luta no ano de 2005 ,nada mais foi feito e o setor primário está fragmentado e penando aos poucos. O êxodo rural e o endividamento, principalmente dos pequenos, afasta qualquer motivação que haja para seguir produzindo.

E a sua opnião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s