Camaleão não!

Intercâmbio, Pessoal

Em primeiro lugar, penso que a maior qualidade que uma pessoa pode ter é a da adaptabilidade. Desde sempre, as espécies que sobreviveram foram as que se adaptaram as mudanças do ambiente, independentemente do autor que as causou.

Adaptar-se não é fácil, e para isso é necessário livrar a mente de crenças e pré-conceitos. Sem essa libertação, agiremos sempre olhando para nosso próprio umbigo.

Agir de acordo com nossas vontades e nossos objetivos não é contraponto de adaptação, mas sim uma maneira de superar situações adversas ao nosso costume, ou as nossas expectativas de respostas.

No mercado estressante e loucamente competitivo a adaptação é mais do que necessária: é vital. Penso que o mercado hoje está muito sangrento, na verdade demasiado competitivo. Mas isso não deve nos desanimar para buscar espaço de maneira ética e dentro dos princípios morais.

Adaptar-se não é ser como camaleão, que muda seu externo de acordo com cada situação, adaptar-se é saber absorver e principalmente aceitar uma situação distinta, e de acordo com nossos valores agir. Penso que seria incoerente agirmos sempre da mesma forma independente da situação.

Adaptação é absorção, e dentro do possível mudança.

Adaptação é agir de acordo com o momento, sem perder personalidade.

E a sua opnião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s