Quem poderá nos defender?

Geral, Política

Em primeiro lugar a Constituição Brasileira é quem manda! E ela prevê o direito de Greve.

A greve expurga os sentimentos oprimidos de grupos e trás a tona uma realidade desconhecida e renegada pelo Estado. Os governos brasileiros não encaram os problemas de frente e fingem resolver, e para quem se sente em um buraco preso a única maneira de sair, é gritar. Isso foi o que ocorreu no Rio de Janeiro e na Bahia.

É revoltante a remuneração que os policiais militares, bombeiros e policiais civis recebem. E é revoltante ver os governantes omitirem ajuda as corporações formadas por verdadeiros heróis. Desde os tempos mais remotos sempre existiram ovelhas negras no rebanho, e dentro das forças militares são estas ovelhas negras que rasgam a farda das corporações.

Sou favorável a greve de modo geral, exceto a greve de militares de qualquer patente ou corporação. Arma de fogo é para pessoas preparadas, disciplinadas e organizadas em busca do bem coletivo. Penso que uma greve de militares com atitudes “vandalisticas” os tornam guerrilheiros armados em busca do seu próprio bem. Isso é intolerável. As atitudes banditistas dos militares grevistas não sofreram apoio popular e geraram uma repercussão negativa contra os próprios militares. O tiro dos militares saiu pela culatra. Apesar de ser contra qualquer greve de militares, o que eles poderiam fazer para ganharem apoio a suas manifestações seria protestar silenciosamente. Gandhi ensina muito bem isso, pois o silêncio fala muito e toca profundamente.

Por fim penso que a sociedade Brasileira precisa urgentemente de uma grande redefinição de valores, papéis e objetivos. Para que todos possam amar a mesma nação e que todos sintam-se irmãos para caminharem juntos. Pra mim uma sociedade com greves em demasia e com grandes conflitos sociais é sinônimo de uma sociedade que não sabe resolver seus problemas pela raiz. O problema dos militares é antigo e pode ser resolvido o mais rápido do que se imagina, porém os entraves ideológicos emperram o diálogo que poderia resolver este impasse. Enquanto os problemas não são resolvidos, quem poderá nos defender?

E a sua opnião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s